Curiosidades

Página

SINTOMAS

ATENÇÃO! Na fase inicial, o câncer de próstata não apresenta sintomas. Quando começam a surgir, o tumor já está em fase adiantada, dificultando a cura. Porém, alguns sinais podem servir de alerta, embora estejam presentes em outras condições de saúde, como a hiperplasia benigna de próstata e a prostatite, que é uma inflamação causa por bactérias. De qualquer forma, é fundamental a consulta com especialista ao apresentar:

- Dificuldade para começar a urinar.

- Fluxo de urina fraco ou interrompido.

- Micção frequente, especialmente à noite.

- Dificuldade de esvaziar completamente a bexiga.

- Dor ou queimação ao urinar.

- Sangue ou sêmen na urina.

- Dor persistente nas costas, quadris ou pelve.

- Dor ao ejacular.

FATORES DE RISCO

-  Idade acima de 50 anos. Quanto mais a idade avança, maior a probabilidade de desenvolver a doença.

- Histórico familiar – ter pais, irmãos e tios com essa enfermidade aumenta a possibilidade de sua ocorrência.

- Homens negros apresentam maior incidência desse tipo de câncer.

- Fatores hormonais e ambientais.

- Dietas ricas em gordura.

- Sedentarismo.

- Excesso de peso.

NOVEMBRO AZUL FAZ 17 ANOS!

Depois de Outubro Rosa, chegou Novembro Azul, a campanha que nasceu em 2003, na mesa de um bar na Austrália, e logo conquistou o mundo. Ali, um grupo de rapazes, tomando cerveja, começou a conversar sobre a pouca atenção que os homens davam à sua saúde – e em especial à prevenção do câncer de próstata. E resolveram ir à luta, criando um movimento de conscientização sobre o tema.

Assim surgiu o Movember -- nome que une as palavras mustache (bigode) e november (novembro). O seu símbolo hoje é um bigodão preto e um laço azul -- cor que aparece nas campanhas e clínicas médicas e também no apoio da sociedade, demonstrado através de cartazes, informativos e na iluminação de prédios e monumentos.

Outubro Rosa – Câncer de Mama – Medidas Preventivas

  •  A mamografia deve ser realizada anualmente após os 40 anos de idade. Essa medida pode reduzir a mortalidade por câncer de mama em até 30%.

 

  • Manter a qualidade de vida, com alimentação saudável, peso corporal adequado, não fumar, não ingerir bebidas alcoólicas e evitar o uso de hormônios sintéticos em altas doses, são fundamentais para evitar a doença, segundo a Sociedade Brasileira de Mastologia.
     
  • Fazer o autoexame é importante, mas não substitui o a necessidade de realizar a mamografia todos os anos.
Página

ACOMPANHE NOSSAS REDES SOCIAIS: